O trabalho social em contexto escolar

O trabalho social é hoje uma realidade em muitas escolas portuguesas, devido a políticas educativas que permitem a contratação de técnicos especializados. Estes desenvolvem nas comunidades educativas diversas atividades que contribuem para a diminuição dos problemas sociais dos alunos e das suas famílias. Os desafios são imensos, mas estes profissionais tentam ultrapassá-los através da criação de projetos que permitem a melhoria do sucesso educativo dos seus alunos.

O Agrupamento de Escolas de Airães “abraçou” recentemente um projeto que visa essencialmente a promoção do sucesso escolar dos seus alunos, através da contratação de um Educador Social. A Educação Social orienta-se no sentido de gerar processos de prevenção e de intervenção para melhorar a vida dos indivíduos e dos grupos, através de um conjunto de práticas educativas não formais em diferentes áreas. Existem várias questões que podem ser trabalhadas pelo/a Educador/a Social na escola. Uma a nível primário, mais direcionado para a prevenção e outra com características mais reparadoras, atuando-se em problemas concretos. Ao nível preventivo destaca-se o trabalho que pode ser realizado com o projeto de vida dos jovens, não apenas em termos vocacionais, mas também da sua descoberta como pessoa, das suas capacidades e perspetivas futuras. A um nível mais reativo da Educação Social, destaca-se o desinteresse, o abandono e o insucesso escolares; as atitudes inadequadas na sala de aula; os conflitos entre alunos/as e o bullying; os conflitos entre alunos/as e professores/as; os problemas familiares e sociais com interferência na escola, como, por exemplo, a falta de acompanhamento escolar, as carências ao nível da educação para a saúde, a pobreza, as famílias desestruturadas, entre outros.

É sabido que os problemas familiares interferem com o sucesso escolar dos alunos e, por conseguinte, considera-se pertinente e muito importante envolver os familiares no percurso escolar dos seus educandos. Um dos projetos implementados ao longo do 1º período escolar, que terá continuidade ao longo do ano lectivo, tem como objetivo estabelecer contactos com as famílias, de forma a acompanhá-las nas suas vulnerabilidades, criando um espaço de diálogo no qual se pretende promover a discussão dos seus problemas, a procura de soluções em conjunto e, consequentemente, o desenvolvimento de competências ao nível da parentalidade. 

 Urge cada vez mais a necessidade de envolver as famílias no processo educativo dos seus educandos, de forma a garantir o sucesso escolar dos mesmos. Esta será, sem dúvida, uma linha de intervenção por parte da Técnica de Educação Social, do Agrupamento de Escola de Airães, ao longo do ano letivo, para além da intervenção direta junto dos jovens. 

A Educadora Social

Marlene Sampaio

Seguinte

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *